Relato sobre o Colóquio Brasileiro de Geografia Histórica

A realização do Colóquio Brasileiro de Geografia Histórica, em Campos dos Goytacazes/RJ, nas dependências da Universidade Federal Fluminense e sob os auspícios do Programa de Pós-Graduação em Geografia do ESR/UFF/CAMPOS, revestiu-se de enorme sucesso.

Apesar do pouco tempo de preparação e de coincidir praticamente com o inicio do ano letivo da Universidade Federal Fluminense, teve grande público presente na palestra de abertura, realizada pelo prof. Manoel Fernandes de Sousa Neto (USP) e nas duas mesas redondas, realizadas nas noites dos dias 25 a 27/03/2019.

A mesa redonda do dia 26/03 contou com a coordenação/exposição de Marcelo Werner da Silva (UFF/CAMPOS) e com as exposições de Paulo Roberto Teixeira de Godoy (UNESP-RC) e Carlo Eugênio Nogueira (UFES).

Já a mesa redonda do dia 27/03 contou com a coordenação/exposição  do prof. Glauco Bruce Rodrigues (UFF/CAMPOS) e com as exposições de Doralice Sátyro Maia (UFPB) e André Reys Novaes (UERJ).

No período da manhã dos dias 26 e 27/03,ocorreram duas mesas de comunicações livres. A primeira foi denominada de “A Geografia Histórica de Campos dos Goytacazes/RJ e região”, foi coordenada por Carlos Renato Werneck (UFF/CAMPOS) e contou com os seguintes trabalhos:

  • Transformações na paisagem das regiões Norte e Noroeste Fluminenses: As ruínas da Usina de Cana de Açucar e Álcool de Pureza em São Fidelis (RJ), de Rodrigo PereiraPinheiro da Silva e Elis de Araújo Miranda;
  • Patrimônio Industrial e Paisagem: A Usina São José em Campos dos Goytacazes/RJ, de Bruna Caroline Magalhães de Oliveira, Marcelo Werner da Silva, Elis de Araújo Miranda e Bruno Campos Moraes;
  • O Chuvisco na Geografia Histórica de Campos dos Goytacazes (RJ): Entre potencialidade e possível legitimidade como indicador geográfico, de Wedson Felipe Cabral Pacheco e Raphael Duarte Linhares dos Santos Braga;
  • A Formação Geohistórica da Favela Baleeira em Campos dos Goytacazes/RJ, de Mariana Machado Tavares.

Já a mesa de comunicações livres do dia 27/03/2019 foi denominada de “Fundamentos teóricos da Geografia Histórica” e teve a coordenação de Pâmela Souza da Cruz (UFF/CAMPOS), contando com os seguintes trabalhos:

  • Reflexões sobre História e Geografia em obra de Geografia Histórica, de Roberto Silva de Souza;
  • A Geografia Histórica no período de Sistematização da Geografia Brasileira: uma análise a partir dos periódicos científicos do IBGE: 1935-1945, de Pâmela de Souza da Cruz e Marcelo Werner da Silva;
  • O Evento, as Interações Espaciais e a Produção do Espaço: O caso do Conjunto Habitacional Parque Ermitage em Teresópolis/RJ, de Carlos Renato Ricardo Werneck e Marcelo Werner da Silva;
  • O Capitalismo Mercantil e os Estados Nacionais, de Gabriel Olavo Francisco Forti.

As duas mesas de comunicações livres contaram com o público de alunos da graduação e do programa de pós-graduação em geografia, além da presença dos/das professores/as convidados/as, que contribuiram para o aperfeiçoamento dos trabalhos, com críticas e sugestões construtivas. Além dos participantes das mesas, gostaríamos de destacar o grande trabalho de discussão realizado pela Profa. Mariana Lamego (UERJ), que problematizou todos os trabalhos apresentados.

Finalmente tivemos um debate sobre os rumos da geografia histórica brasileira, que reuniu os/as convidados/as, além do público de alunos de graduação e pós-graduação. Neste debate discutiu-se as diversas abordagens possíveis da geografia histórica e discutidos possíveis projetos conjuntos reunindo os pesquisadores de geografia histórica.

Foi muito elogiado o modelo de evento pequeno, que consideramos complementar aos Encontros Nacionais de História do Pensamento Geográfico e de Geografia Histórica. O propósito deste colóquio foi de reunir pesquisadores e estudantes, divulgar o campo da Geografia Histórica e fortalecer os grupos de pesquisa. Deste modo deve parte de sua inspiração aos Colóquios Nacionais de História do Pensamento Geográfico, organizados em Uberlândia pela profa. Rita de Cássia Martins de Souza.

Finalmente, apesar de não estar na pauta original dos organizadores do evento, surgiu o indicativo da realização de um 2º Colóquio Brasileiro de Geografia Histórica, proposta do prof. Paulo Roberto Teixeira de Godoy, que pretende realizá-lo em Rio Claro entre  meses de março e abril de 2021.

Algumas fotos do evento:

  • Abertura do evento com os organizadores Glauco Bruce Rodrigues e Marcelo Werner da Silva, 25/03/2019
DSC_0014
Abertura do evento com os organizadores Glauco Bruce Rodrigues e Marcelo Werner da Silva
DSC_0020
Abertura do evento com os organizadores Glauco Bruce Rodrigues e Marcelo Werner da Silva
DSC_0021
A platéia, com o palestrante em primeiro plano
DSC_0023
A platéia, com o palestrante em primeiro plano
DSC_0025
O palestrante Manoel Fernandes de Sousa Neto

 

  • A palestra inaugural com o prof. Manoel Fernandes de Sousa Neto
  • A seção de perguntas ao palestrante

DSC_0045DSC_0047DSC_0050P_20190325_201352

DSC_0031
Renato Ricardo Werneck e Pâmela de Souza da Cruz nas inscrições
P_20190325_195240
Gabriel Olavo Francisco Forti e Bruno Campos Moraes na filmagem
  • Segundo dia, 26/03, período da manhã, primeira mesa de comunicações livres, denominada de “A Geografia Histórica de Campos dos Goytacazes/RJ e região”, coordenada por Carlos Renato Werneck (UFF/CAMPOS)
  • 26/03 à tarde – Debate sobre os rumos da Geografia Histórica, coordenado pelo prof. Glauco Bruce Rodrigues (UFF/CAMPOS)

P_20190326_155955P_20190326_160003P_20190326_160012P_20190326_161024P_20190326_161031P_20190326_161035P_20190326_161042

  • 26/03 à noite – Mesa-Redonda 1: “O campo da Geografia Histórica: Teoria e
    Método em questão”, com Carlo Eugênio Nogueira (UFES), Paulo Roberto Teixeira de Godoy (UNESP-RC) e Marcelo Werner da Silva (UFF/CAMPOS)

WhatsApp Image 2019-03-28 at 22.05.59P_20190326_192619P_20190326_192626_HDRP_20190326_192634_HDR

  • 27/03, manhã – Mesa de Comunicações Livres 2: Fundamentos teóricos da Geografia Histórica, Coordenação: Pâmela Souza da Cruz

P_20190327_095625_HDRP_20190327_101459P_20190327_105239P_20190327_113639P_20190327_113648

  • 27/03 à noite – Mesa-Redonda 2: “Os campos de pesquisa em Geografia Histórica”
    com Doralice Satyro Maia (UFPB), André Reyes Novaes (UERJ) e Glauco Bruce Rodrigues (UFF/CAMPOS)

DSC_0064DSC_0065DSC_0066DSC_0067DSC_0087DSC_0092DSC_0094DSC_0095P_20190327_192531_HDRDSC_0101DSC_0102DSC_0104DSC_0105DSC_0107DSC_0108DSC_0109DSC_0110P_20190327_190659P_20190327_192531_HDRP_20190327_194439_HDR

  • E para concluir a foto de encerramento do evento:
DSC_0111
Da esquerda para a direita: Bruna, Mariana, Olavo, Pamela, Roberto, André, Mariana, Marcelo, Glauco, Renato, Carlo, Paulo, Doralice e Bruno.

 

 

Colóquio Brasileiro de Geografia Histórica – prorrogação no envio de comunicações livres

O envio de comunicações livres para o Colóquio Brasileiro de Geografia Histórica poderá ser feito até o final do dia 16/03/2019 e a emissão dos pareceres até o dia 18/03/2019.

Para informações sobre o formato do resumo expandido consultar a circular do evento, constante no seguinte post: https://coloquiobrasgeohistorica.wordpress.com/2019/03/11/coloquio-brasileiro-de-geografia-historica-circular/

Post da página do Colóquio Brasileiro de Geografia Histórica:

https://coloquiobrasgeohistorica.wordpress.com/2019/03/11/coloquio-brasileiro-de-geografia-historica-prorrogacao-no-envio-de-comunicacoes-livres/

Palestra “Geografia Histórica: pressupostos e possibilidades de pesquisa”

Se realizará na Universidade de São Paulo, mais especificamente junto ao Departamento de Geografia, a palestra “Geografia Histórica: pressupostos e possibilidades de pesquisa”, ministrada pelo coordenador do Geohistórica, prof. Marcelo Werner da Silva. O evento ocorrerá no dia 06/12/2018, às 18 horas, dentro de um Ciclo de Palestras em Geografia Histórica e contará também com a palestra “Os geógrafos, Brasília e o planejamento: história e epistemologia”, com a profa. Larissa Alves de Lira, que ocorrerá no dia 07/12 também às 18 horas. Maiores detalhes no cartaz abaixo.

palestra usp

Convite para dissertação: DA USINA DO QUEIMADO AOS BAIRROS RESIDENCIAIS: MUDANÇAS E PERMANÊNCIAS NA PAISAGEM URBANA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, de Helio dos Santos Passos

Gostaríamos de convida-los para a defesa de dissertação de mestrado intitulada DA USINA DO QUEIMADO AOS BAIRROS RESIDENCIAIS: MUDANÇAS E PERMANÊNCIAS NA PAISAGEM URBANA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, de Helio dos Santos Passos. A mesma se realizará na UFF/CAMPOS, no dia 14/08/2018 às 15 horas na sala 202 do bloco C.

 

helio

Curso livre “O golpe de 2016 e o futuro da democracia” – UFF/CAMPOS – início 12/04/2018

Divulgamos a realização do curso livre “O golpe de 2016 e o futuro da democracia” na UFF/CAMPOS, que desta maneira se une a diversas outras universidades federais na denúncia ao golpe de 2016 e ao perigo que representa para a democracia brasileira.

O curso se iniciará no dia 12/04/2018 às 15 horas no auditório da UFF/CAMPOS, localizado na Rua José do Patrocínio, 71 – Centro – Campos dos Goytacazes/RJ. Serão encontros semanais de duas horas em que serão discutidos vários aspectos da conjuntura nacional afetada pelo golpe de 2016. Abaixo o cartaz da atividade e a programação dos encontros.

Todas e todos estão convidados!

curso livre

PROGRAMAÇÃO

12/4 – Abertura e apresentação do curso (15 horas)

12/4 – Elis de Araújo Miranda – Os golpes e os desmontes da gestão pública de cultura e os ataques aos espaços da arte

19/4 – Maria Goretti Magime – Estado Democrático de Direito, Estado de Exceção e o Golpe de Estado de 2016

26/4 – Ricardo Nóbrega – A reprimarização da economia e seus desdobramentos políticos

3/5- Márcio Malta e Cláudio Araújo – Quedas de presidentes: na história e no presente

10/5 – Matheus Thomaz e Ketnen Barreto – A reação conservadora das elites brasileiras no processo de ascensão social da classe trabalhadora: ainda sob o poder da casa grande

17/5 – Glauco Bruce Rodrigues- A conjuntura brasileira do Golpe: das Jornadas de junho ao impeachment

24/5 – Marcelo Werner da Silva- A geopolítica do Golpe

7/6- Paulo Gajanigo – Acabou o amor: o fim do pacto social

14/6 – Luciane Soares – Policia, Resistência e Censura : Baile funk e Unidades de Polícia Pacificadora no Rio de janeiro

21/6 – Luana da Silveira e Bruna Brito – 30 anos da luta antimanicomial e o golpe nas políticas públicas de saúde mental e drogas

28/6 – Leonardo Leite – A economia política do golpe e o retorno da luta de classes

5/7 – Elizabeth Pacheco – Resistindo à praga emocional