Arquivo do autor:pamelascruz

Sistema de Informação Geográfica para Historiadores

Ocorrerá entre os dias 5 e 9 de junho de 2017, o curso de extensão denominado “Sistema de Informação Geográfica para Historiadores”. O curso é uma iniciativa do Laboratório Lapedhe Campos do curso de história da Universidade Federal Fluminense, no pólo de Campos dos Goytacazes. As inscrições já estão abertas e vão até o dia 31/05/2017, devem ser realizadas via e-mail (sig.lapedhe@gmail.com), é necessário informar nome, matrícula e resumo dos objetivos e motivações que levam a realizar o curso. O curso ocorrerá a tarde, das 14h às 18h, no próprio Lapedhe. É necessário levar notebook para a realização do curso.

18620363_1756921721264469_7751843947976403325_n

Deixe um comentário

Arquivado em Grupo de Estudos de Geografia Histórica

16º Aniversário do Arquivo Público Municipal de Campos

Durante o mês de maio o Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho, localizado no distrito de Goitacazes, no município de Campos dos Goytacazes, completa 16 anos, deste modo, irá oferecer diversas atividades especiais abertas ao público em geral. Dentre as atividades estão os Cursos de Conservação e Restauração, entre os dia 8,9 e 10 de maio de 2017, e o Curso de Paleografia, nos dias 11 e 12 de maio, de 13h às 17h. Também haverá palestras, como a ministrada pelo próprio diretor do Arquivo, Carlos R.B. Freitas, intitulada “A importância das fontes documentais para pesquisa” e outra no dia 18 de maio com o professor Aristides Soffiati Netto da Universidade Federal Fluminense, intitulada “Memória do Açúcar : A influência açucareira no desenvolvimento de Campos dos Goytacazes”. Além dessas atividades, também ocorrerão doações de acervo, de João Oscar e Aristides Soffiati, exposição do projeto “O Arquivo vai à Escola”, uma homenagem a Fernando Leite, entre outras. Abaixo, segue programação completa, que pode se encontrada também, na página do arquivo no facebook: https://www.facebook.com/apmwpc/.

18308713_1188989731229598_1125216163_n

Deixe um comentário

Arquivado em Grupo de Estudos de Geografia Histórica

IV GEOSIMPÓSIO, IIGEOTRANSFRONTEIRIÇO e I CONGRESSO BRASILEIRO DO CENTENÁRIO DA GUERRA DO CONTESTADO

Ocorrerá na Universidade Estadual de Londrina (UEL) no estado do Paraná, entre os dias 15 e 17 de novembro de 2017, o IV Simpósio Nacional de Geografia Política, Território e Poder (GEOSIMPÓSIO); o II Simpósio Internacional de Geografia Política e Territórios Transfronteiriços (GEOTRANSFRONTEIRIÇO) e o I Congresso Brasileiro do Centenário da Guerra do Contestado, sobre a temática “Lutas, resistências, crime de genocídio e direito à vida e à existência em todas as fronteiras”. As inscrições já encontram-se abertas. Para envio de trabalhos, o período será do dia 15 de maio de 2017 a 15 de agosto de 2017. Dentre os palestrantes convidados estão os geógrafos Carlos Walter Porto – Gonçalves, Eduardo Salinas Chávez  e Claudette de Castro Silva Vitte, além do advogado Carlos Frederico Mares de Souza Filho. Para maiores informações, acessar o site do evento: https://geosimposio2017.vpeventos.com/

ivsngptp

Deixe um comentário

Arquivado em Grupo de Estudos de Geografia Histórica

Seminário Cidade, Cultura e Universidade

No dia 9 de maio de 2017, ocorrerá na Universidade Federal Fluminense no pólo de Campos dos Goytacazes, o Seminário Cidade, Cultura e Universidade organizado pelos coletivos e laboratórios que constroem o projeto do Galpão Cultural, que será apresentado ao público na ocasião do evento. O Galpão Cultural é um espaço que foi doado à UFF, onde já ocorreram algumas manifestações de cultura por iniciativa dos núcleos de pesquisa e coletivos culturais. A apresentação do evento ao público visa demonstrar a necessidade de parcerias e apoio institucional, para que o galpão funcione como um espaço disseminador de cultura permanente. O seminário tem como objetivo elucidar o debate em torno da política cultural, visando a importância da interação entre cidade e universidade. Dentre os convidados estão Simonne Teixeira, diretora Cultural da UENF, Pedro Fagundes da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima e Leonardo Guelman, diretor do Centro de Artes da UFF.

Link do evento na página do facebook:  https://www.facebook.com/events/1905938233023492/


galpão cultural

Deixe um comentário

Arquivado em Grupo de Estudos de Geografia Histórica, Notícias e Eventos

VIII Simpósio Internacional de Geografia Agrária

Ocorrerá entre os dias 1 e 5 de novembro de 2017, o VIII Simpósio Internacional de Geografia Agrária (SINGA), na UFPR, Universidade Federal do Paraná, em Curitiba. O simpósio é intitulado como, “Geografia das redes de mobilização social na América Latina: resistência e rebeldia desde baixo nos territórios de vida”, e pretende trazer  o debate acerca dos diversos sujeitos que constroem seus lugares, trazendo a importância da reflexão sobre as resistências e lutas. Durante o simpósio, ocorrerão mesas redondas, trabalhos de campo e grupos de trabalho. O prazo para recebimento de resumos é até o dia 15/05/2017. Para maiores informações a respeito do evento, consultar o seguinte link: http://www.singa2017.com.br/

SINGA2017

Deixe um comentário

Arquivado em Grupo de Estudos de Geografia Histórica, Notícias e Eventos

Participação do Geohistórica na V Semana de Geografia UFF Campos

Ocorreu na semana passada, entre os dias 17 e 20 de abril de 2017, a V Semana de Geografia UFF Campos sob o tema “Geografia em Múltiplas Escalas”. Durante a semana, diversas atividades fizeram parte da programação, como oficinas, trabalho de campo, mostra de fotografias, mini-curso, como o que referiu-se à “Geografia do mundo árabe”, ministrado pelo professor Dr. Frédéric Jean Marie Monié (UFRJ), além de palestras e mesas com professores da própria UFF-Campos e convidados.

Também houveram apresentações orais de trabalhos da graduação e da pós-graduação, onde o Grupo de Estudos de Geografia Histórica foi representado pela mestranda Mariana Machado Tavares, com o trabalho intitulado “A favela Baleeira no contexto urbano de Campos dos Goytacazes/RJ: Da formação Geohistórica à transformação em um território ligado ao tráfico de drogas” e também pela estudante do 7º período, Pâmela Souza Cruz, por meio da apresentação do trabalho intitulado “Historicismo: A visão disciplinária de Carl Sauer”, que refere-se à segunda etapa de um trabalho que encontra-se em andamento e tem como objetivo geral, identificar e analisar as contribuições deixadas pelo geógrafo Carl Sauer à geografia histórica. Nesta etapa a proposta foi procurar compreender a matriz disciplinária que fundamentou o pensamento de Sauer, possibilitando desta maneira, estabelecer conexões com as influências sauerianas. 

Deixe um comentário

Arquivado em Geohistórica - participação em eventos, Geohistórica - produção, Grupo de Estudos de Geografia Histórica, Notícias e Eventos

Geohistórica no XXII ENEG 2017

Entre os dias 12 e 16 de abril de 2017, ocorreu na UERJ (FFP- Faculdade de Formação de Professores) em São Gonçalo no Rio de Janeiro, o XXII Encontro Nacional de Estudantes de Geografia, sob o tema: “GEOBRASILIDADES: Uma juventude que jamais temerá”. Durante o evento ocorreram diversas atividades, como grupo de discussões, palestras, minicursos, trabalhos de campo, apresentações de trabalhos. Destaque para a Mesa 3: “Geografia sem Temer, o povo no poder”, que contou com a presença de professores como, Dr. Ruy Moreira, Dr. Carlos Walter Porto-Gonçalves, Dr. Floriano José Godinho de Oliveira e o professor Antonio, diretor da Sinpro. As discussões levantadas foram de suma importância, visto o contexto político no qual encontra-se o país. Os professores trouxeram importantes contextualizações em relação ao golpe ocorrido em 1964 e o golpe ocorrido em 2016, e destacaram a importância da luta coletiva em prol de uma mudança significativa deste cenário.

O Grupo de Estudos de Geografia Histórica esteve presente por meio da apresentação da estudante, Pâmela Souza Cruz, com o trabalho intitulado “A Geografia Histórica de Carl Sauer, onde foi destacada a relação entre a geografia histórica e um dos maiores geógrafos do século XX, Carl Ortwin Sauer, por meio da análise de suas obras, que explicitam a importância da dimensão temporal e histórica nos estudos dos fatos geográficos. Na ocasião, as obras analisadas foram, o artigo intitulado“The Morphology of Landscape” (1925) e o discurso realizado em 1940 na Associação de Geógrafos Americana, publicado como“Foreword to historical geography” em 1941. Em ambas as obras, foram identificados elementos que elucidam a geografia histórica, quando o elemento tempo é incorporado como um fator de análise em relação à ação humana sobre o meio, ou uma paisagem natural, transformando-a em paisagem cultural, como é observado na “Morfologia da Paisagem”. Para Sauer, a geografia histórica seria o estudo das áreas culturais , com o objetivo de definir e entender as associações humanas que crescem em áreas e sofreram uma série de mudanças em sua paisagem cultural (Sauer,1941).

Deixe um comentário

Arquivado em Geohistórica - participação em eventos, Geohistórica - produção, Grupo de Estudos de Geografia Histórica, Notícias e Eventos